Formada em 2003, na cidade de Volta Redonda-RJ, a banda de Rock D’HanKs trilha uma carreira sólida e ascendente, com três CD independentes (“Escolhas e Renúncias”, “Mil Faces” e “Veredicto”); quatorze videoclipes (também independentes, ora completamente, ora em parceria com produtoras); diversas aparições e presenças em TV e rádios locais da região Sul Fluminense ou em programas de âmbito nacional; além de um grande histórico de shows, na região Rio/São Paulo, e muitos prêmios conquistados nos festivais em que foram selecionados. 

Além de muitos prêmios adquiridos ao longo de todos estes anos – dentre eles banda revelação, melhor música, melhor interprete, agrado popular, melhor instrumentista, etc. (em festivais e premiações de médio e grande porte, como o Canta Rio Sul e o MinhaBanda.Com – ambos promovidos pela TV Rio Sul, afiliada da Rede Globo), a D’HanKs vem conquistando cada vez mais espaço na mídia nacional. Desde 2014, já são 5 videoclipes em canais como Multishow, Bis, MTV, Play TV e Mix TV (para as músicas Silêncio, Ressurgir, Veredicto, Me Levar, Depois de Tudo e Matá-lo ou Morrer). 

Em 2016, a música Hora da Insônia foi escolhida pelo diretor Sergio Rezende para ser parte da trilha sonora do filme nacional Em Nome da Lei, com Paolla Oliveira, Mateus Solano, Chico Diaz e grande elenco. 

Também são inúmeras as aparições em jornais impressos locais, com anúncios de shows pela TV Rio Sul, além de notas, matérias, entrevistas e releases em diversos portais e sites – entre elas, a resenha positiva do CD Veredicto, publicada na revista Roadie Crew, assinada pelo ACM (Antônio Carlos Monteiro, um dos mais respeitados críticos musicais do Brasil, que, ao fim de 2016, selecionou o CD Veredicto e Angélica Ribeiro como opções na enquete dos melhores do ano) e a recomendação do cantor Bruno Gouveia (Biquini Cavadão) para a música Silêncio, na rede social Twitter.

Os shows já percorreram diversas cidades dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, incluindo as próprias capitais Rio e São Paulo, tanto em formato elétrico, quanto acústico e/ou apenas voz e violão.

A banda presa pela qualidade de suas apresentações e de seu material, com álbuns consistentes e bem produzidos, gravados e mixados no excelente Estúdio Eme (RJ), com os engenheiros de som Lucas e Diogo Macedo, responsáveis por trabalhos como o DVD Me Leve Sem Destino, da banda Biquini Cavadão e com passagens de diversos artistas e bandas de renome. A masterização fica a cargo do engenheiro americano Dave McNair (Nova Iorque, USA), responsável por trabalhos de aristas como David Bowie e a banda Flyleaf, por exemplo.

Quanto às influências, a banda é conhecida por sua variedade, incluindo nomes do rock e do pop, nacional e internacional, clássico e atual, com destaque para: Evanescence, System of a Down, Foo Fighters, Pitty, entre muitos outros. Essa variedade aparece claramente nas composições e, assim, a D’HanKs consegue manter sua personalidade única, passeando por diversas vertentes do rock, sem perder sua identidade – ora agressiva, ora suave e, principalmente, uma mistura de ambas as características.